Médicos Sem Fronteiras

Médicos Sem Fronteiras (MSF) oferece atendimento médico a milhões de pessoas em crise em todo o mundo.

Uma organização humanitária médica internacional e independente

Médecins Sans Frontières (MSF) traduz-se para Médicos sem Fronteiras. Prestamos assistência médica às pessoas afetadas por conflitos, epidemias, desastres ou exclusão de cuidados de saúde. Nossas equipes são compostas por dezenas de milhares de profissionais de saúde, funcionários logísticos e administrativos – unidos pela nossa carta. Nossas ações são pautadas pela ética médica e pelos princípios de imparcialidade, independência e neutralidade. Somos uma organização sem fins lucrativos, auto-governada, baseada em membros.

Médicos Sem Fronteiras (MSF) oferece atendimento médico a milhões de pessoas em crise em todo o mundo.

A MSF foi fundada em 1971 em Paris por um grupo de jornalistas e médicos. Hoje, somos um movimento mundial de quase 65.000 pessoas..

História

A organização foi criada em 20 de dezembro 1971 por jovens médicos e jornalistas franceses, liderados pelo médico francês Bernard Kouchner, que tinham ido a Biafra com a Cruz Vermelha para tentar ajudar a população. No grupo de fundadores estavam, entre outros:

  • Dr Marcel Delcourt, médico generalista
  • Dr Max Récamier, Otorrinolaringologista
  • Dr Gérard Pigeon, coronel médico do corpo de bombeiros
  • Dr Bernard Kouchner, médico e político
  • Raymond Borel, jornalista da revista Tonus
  • Dr Jean Cabrol, cirurgião
  • Dr Vladan Radoman, cirurgião
  • Dr Jean-Michel Wild, cirurgião
  • Dr Pascal Greletty-Bosviel, médico generalista
  • Dr Jacques Bérès, cirurgião ortopedista
  • Dr Gérard Illouz, cirurgião plástico
  • Philippe Bernier, jornalista da revista Tonus

Ao retornarem à França, estimaram que a política de neutralidade e de reserva da Cruz Vermelha havia sido um erro, e que era necessário criar uma associação que aliasse ajuda humanitária e ações de sensibilização junto à mídia e às instituições políticas.

Como fazemos isso

Médicos Sem Fronteiras
Na unidade de terapia intensiva do hospital universitário de Genebra, onde MSF apoiou a resposta médica ao COVID-19. O foco era o gerenciamento de pacientes com o novo coronavírus e a organização de equipes médicas e serviços no hospital. Suíça, abril de 2020.
© NORA TEYLOUNI/MSF

Em todos os lugares onde trabalhamos, as circunstâncias são únicas. No entanto, nossos programas geralmente seguem um conjunto comum de práticas destinadas a garantir que nossos recursos e experiência sejam usados ​​com o máximo efeito.